Cinco microfranquias baratas para investir

Igui: 1965%

A rede de lojas de piscina foi a que mais cresceu no ano passado. Das 25 unidades em operação em 2009, a rede passou para quase 500. Para Marcos Nascimento, diretor de franchising da marca, o crescimento se deve à relação entre franqueadora, fábricas e os franqueados. “Os fabricantes, ao serem nomeados máster-franqueados, intensificaram a busca por franqueados com perfil empreendedor adequado, interessados no segmento, com disponibilidade imediata para investir e iniciar as atividades comerciais”, explica.

Cada unidade requer investimento de 150 mil reais, que inclui taxa de franquia, estoque inicial, obras de adaptação da unidade e plano de inauguração para as lojas. O retorno do investimento é calculado para acontecer em 20 meses. A meta para 2011 é criar duas novas fábricas e abrir mais 70 franquias, sendo 20 no Brasil e outras 50 no exterior.

Zets: 188%
A franquia de lojas virtuais tem um baixo investimento, de 7,2 mil reais. Esse é um dos motivos que levou a rede a crescer quase 200% no ano passado. Com 70 unidades em funcionamento, a Zets atua com mais força em São Paulo e no Rio de Janeiro. Shlomo Revi, proprietário da marca, acredita que a divulgação ajudou no crescimento. “Aumentamos os catálogos de produtos em oferta e fizemos uma divulgação maior”, diz.

Com prazo de retorno calculado entre 12 e 18 meses, a rede planeja, em 2011, rever a estrutura de marketing para desenvolver lojas mais lucrativas.

Castilho Segurança Eletrônica: 140%
Com a venda de produtos para segurança, a Castilho conta com 40 unidades em funcionamento no país. Para David Roberto Bianchini, da área de franchising da empresa, o mercado de segurança impulsionou o crescimento da rede. “Somamos o sucesso do negócio, a satisfação do franqueado e o fato do mercado de segurança eletrônica crescer 15% ao ano”, diz.

Segundo ele, o negócio comporta uma unidade por um determinado grupo de cidades. O investimento inicial, com taxa de franquia, capital de giro, implantação e estoque, fica perto dos 300 mil reais. O retorno do capital acontece em 32 meses. “Nossa meta é abrir mais 5 unidades até dezembro, com foco no Nordeste”, afirma.

Pet Cursos: 85%
A rede de escolas de ensino profissionalizante foi criada em 2003, em Chapecó, Santa Catarina, e está no sistema de franquias desde 2005. A Pet Cursos fechou o ano com 230 unidades e, em 2011, já abriu outras 16 escolas. “O responsável pelo rápido crescimento é o modelo de negócio, em que o interessado investe apenas 25 mil reais”, afirma Everton Carlos Sabú, sócio-proprietário.

O retorno do investimento inicial é previsto para acontecer entre 5 e 8 meses. O plano de expansão da rede prevê 60 novas unidades em 2011 e atingir a marca de 300 escolas em todo o país.

Doutor Faz Tudo: 69%
A franquia faz parte do Grupo Zaiom, que se destacou no último ano com a abertura de 185 operações de todas as suas marcas. A Doutor Faz Tudo, que presta serviços de consertos e reformas, teve o melhor desempenho e tem, hoje, 156 unidades. “Mais recentemente, a demanda pelos serviços triplicou pois passou a vir também de condomínios, das administradoras e mesmo do sindico, para as áreas comuns dos prédios”, explica um dos sócios do grupo, Marco Imperador.

A franquia custa 20 mil reais e promete retorno do investimento a partir do sexto mês de operação. Neste ano, a rede planeja abrir outras 100 novas unidades franqueadas até dezembro.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*